MARIA AMÉLIA FERREIRA

Oradora
Maria Amélia Ferreira
mameliaferreira.png.jpg
Nota Curricular

É licenciada pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), 1978. Em 1985 obteve o Doutoramento pela Universidade do Porto (FMUP), tendo realizado a Agregação em 1990. É, desde 1993, Professora Catedrática da FMUP. Obteve, em 1997, pela Universidade de Cardiff, o “Postgraduate Diploma” em Educação Médica, sendo Mestre em Educação Médica pela Universidade de Lisboa, desde 2000. Diretora do Centro de Educação Médica da FMUP, desde 2002, até à constituição do Departamento de Educação e Simulação Médica, em 2014, que dirige. É, desde 2010, Diretora do Curso de Mestrado Integrado em Medicina da FMUP. É membro da Comissão Científica do Centro de Estudos Avançados em Educação e Formação Médica (CEDUMED) da Universidade Agostinho Neto, Angola. Foi responsável pela elaboração e implementação do projeto da Reforma Curricular do Curso de Medicina da FMUP (2013/2014). Desde 2012, assume o seu papel de serviço à comunidade e de responsabilidade social como Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Marco de Canaveses. Em 2011, recebeu o Prémio Educação2011 atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian. Tem ocupado diversos cargos de governo institucional (Conselho Diretivo, Conselho Científico e Conselho Pedagógico), na FMUP. Tem desenvolvido a sua atividade docente na pré-graduação e pós-graduação. De referir o as áreas da Anatomia Clínica e das Humanidades em Medicina e ainda o desenvolvimento de projetos pedagógicos no âmbito da Educação Médica. Salienta o desenvolvimento de ferramentas digitais para promover a aprendizagem ativa dos estudantes (“Gincana Virtual”) reconhecido através da atribuição do Prémio de Excelência E-learning da Universidade do Porto (2009). Desenvolveu a estratégia da Internacionalização na FMUP, através da implementação efetiva dos programas de mobilidade e de cooperação internacional (Europa, Brasil, PALOP). Implementou os Programas Intergovernamentais de Cooperação na área da Medicina entre Portugal e Angola, e a constituição da Rede de Educação Médica em Língua Portuguesa. Tem orientado estudantes de doutoramento, quer na área da Morfologia (Neurociências), quer na área da Educação Médica. Atividade científica e de extensão universitária expressa com mais de 100 trabalhos na PubMed, de entre outros, na área das Neurociências e da Educação Médica, autora de mais de 200 apresentações científicas em reuniões científicas nacionais e internacionais, responsável por um projeto europeu na área da Cooperação (Projeto EDULINK: “A Name for Health), entre Faculdades de Medicina de Portugal, Angola e Moçambique, responsável pela publicação de relatórios institucionais na área da Educação Médica.

Outros Eventos
Banner Jantar Debate_vs5.jpg
Jantar debate
em 2019-10-04