40 ANOS ÍMPARES 40 MULHERES NOTÁVEIS

40 Anos Ímpares 40 Mulheres Notáveis
2020-03-04 ISBN: 978-989-96591-9-3 Ano: 2019
Imagem2.png
Autor(es)

Adelaide Brissos Alexandra Fernandes Ana Cristina Guerreiro Ana Escoval Ana Jorge Ana Maria Santos Silva Ana Paula Martins Ana Terezinha Rodrigues Arminda Costa Beatriz Calado Beatriz Gomes Berta Nunes Catarina Sena (Pósfácio) Celeste Gonçalves Conceição Margalha Filomena Oliveira Graça Eliseu Graça Freitas Graça Raimundo Henriqueta Figueiredo Inês Guerreiro Isabel Abreu Isabel de Souza Guerra Isabel Saraiva Isilda Inês Lucília Nunes Manuela Peleteiro Margarida França Maria da Luz Pereira Maria de Belém Roseira Maria do Carmo Fonseca Maria do Céu Machado Maria Eugénia Oliveira Maria José Ribas Maria Júlia Matos Marta Temido Odete Isabel Purificação Araújo Rita Sá Machado (Posfácio) Rosário Zincke (Prefácio) Suzete Tranquada Teresa Paiva Teresa Sustelo

Descrição

Felicito a iniciativa da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar. SNS : 40 Anos Ímpares - 40 Mulheres Notáveis ficará para a História da Saúde em Portugal como um registo muito elucidativo do sentir e do contributo de Mulheres que, de forma exemplar, se têm dedicado à prestação de cuidados de saúde, à definição e implementação de políticas, à gestão de serviços e equipamento de Saúde, sem esquecer a promoção dos Direitos dos cidadãos. Algumas das Notáveis eram ainda desconhecidas para mim, com outras tive o privilégio de me cruzar em diferentes momentos e contextos. Foi com muita alegria e emoção que li o testemunho da Dra. Purificação Araújo que conheci como minha médica. Excelente profissional e grande lutadora pelos Direitos das Mulheres. No contexto da minha vida associativa, recentemente, tive o privilégio de trabalhar com a Enfermeira Graça Eliseu no âmbito da Estratégia da Saúde na Área das Demências e criação dos respetivos Planos Regionais. Há mais anos, a Dra. Inês Guerreiro envolveu a Alzheimer Portugal nas ações de formação destinadas aos profissionais da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados. A Professora Maria do Céu Machado, enquanto Alta Comissária da Saúde teve um papel muito importante na vida da Plataforma Saúde em Diálogo ao impulsionar a criação do Espaço Saúde em Diálogo de Faro, loja do cidadão para o Doente Crónico, que acaba de comemorar o seu 10º aniversário. Estes são apenas alguns exemplos da proximidade entre Notáveis homenageadas nesta obra e a vida das associações de doentes. Na qualidade de cidadã e de dirigente associativa, tenho estado próxima da perspetiva das pessoas que recorrem ao Serviço Nacional de Saúde, quer como pessoas que carecem de cuidados de saúde quer como seus cuidadores. Um Sistema com virtudes, que se tem vindo a aperfeiçoar, com avanços e recuos, mas ainda com muitas lacunas. Parece-nos essencial um maior envolvimento dos cidadãos e das associações que os representam, quer a nível da criação e implementação de políticas de saúde ou com implicações na saúde, quer a nível da intervenção como parceiros na prestação de cuidados, tanto gerindo a sua própria saúde quanto como cuidadores. Neste sentido, é de salientar a Lei nº 108/2019 (Carta para a Participação Pública em Saúde). Há que apostar no reforço dos serviços de proximidade, reconhecendo-se o papel essencial dos cuidados de saúde primários e sua articulação com os hospitais, consultas de especialidade, respostas sociais existentes na comunidade, definindo-se percursos de cuidados que permitam ao cidadão navegar no sistema sem lacunas, labirintos ou duplicações. Acresce que, o envelhecimento da população e o aumento significativo das doenças crónicas, muitas delas altamente incapacitantes, trazem novos desafios para o SNS. Um sistema originariamente preparado para dar resposta à doença aguda tem, cada vez mais, que se adaptar a gerir a doença. Para tal, a promoção da literacia em saúde e a capacitação dos doentes crónicos e dos cuidadores, afiguram-se como prioritários nas políticas de saúde. O mesmo se diga da prevenção e do diagnóstico atempado. Um melhor SNS, adaptado à evolução demográfica e ao perfil dos seus destinatários, só será possível se, por um lado, a Saúde estiver presente em outras Políticas – Sociais, do Ambiente e da Educação, nomeadamente, e, por outro, se doentes e cuidadores estiverem efetivamente comprometidos com a promoção da Saúde e com a gestão da doença. As associações de doentes podem e devem ser reconhecidas como parceiros indispensáveis na resposta aos presentes e futuros desafios que se colocam à Saúde. Sendo mais do que justa a homenagem que a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar faz a todas estas Mulheres Notáveis que, com o seu cunho pessoal, marcaram a diferença no nosso SNS, não podemos esquecer todos aqueles, Mulheres ou Homens, que pela sua descrição, não são incluídos na rede dos Notáveis mas que deram e dão o seu contributo à construção e manutenção desta grande conquista do nosso país. Rosário Zincke

Apoio

Alto Patrocínio de Sua Excelência O Presidente da República, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa Apoio da Gilead