História

2007 
Lançamento do novo site do HOPE-  20 de Junho.

2004 
Desde o dia 1 de Maio de 2004, os membros observadores Chipre, Hungria e Malta passaram a ser designados por membros de pleno direito. Após a Assembleia Plenária de 5 de Junho de 2004, Malta, República Checa, Estónia, Letónia, Lituânia e Eslovénia passaram a ser designados por membros de pleno direito a partir do dia 1 de Maio de 2004.

A Assembleia Plenária Extraordinária, de 29 de Novembro de 2004, em Berlim adoptou a nova Constituição do HOPE, e o Comité Consultivo dos Hospitais da União Europeia passou a ser denominado Federação Europeia dos Hospitais  (HOPE).

2003
Mudança do Gabinete Central HOPE de Leuven para Bruxelas.

2001
Desde Janeiro deste ano, a Eslováquia passou a ser um membro observador. Na Assembleia Plenária (de 10 a 12 Junho de 2001) a Hungria foi aceite como membro observador.

1999
Desde Janeiro deste ano, a Roménia passou a ser um membro observador.

1997
O Chipre passa a ser membro observador.

1995
Durante a 36ª Assembleia Plenária, que decorreu em Estocolmo & Helsínquia nos dias 8 e 9 de Maio de 1995, o Comité dos Hospitais da Comunidade Europeia acolheu três novos membros: a Áustria, a Suécia e a Finlândia (membro observador desde 1993).

Adopção de uma nova Constituição; a Assembleia criou uma associação internacional para fins sociais, intitulado Comité Consultivo dos Hospitais da União Europeia; adopção de HOPE como acrónimo.
1989 Declaração de relações de trabalho com a Organização Mundial da Saúde.

Na 30ª Reunião Plenária que decorreu em Lisboa (7 de Maio de 1989) a Constituição foi rectificada e o nome foi alterado para  Comité dos Hospitais da  Comunidade Europeia.

Lançamento do programa de acção da HOPE com objectivos mais concretos e activos no papel social do desenvolvimento europeu. O programa que se mantêm como sustentáculo das actividades do HOPE compreende uma série de acções concretas relativas aos hospitais, assim como, aos serviços de saúde.

1987
A Suíça passa a ser membro observador.

1986
Portugal e Espanha passam a ser Membros da Comunidade Económica Europeia.

1981
A Grécia torna-se Membro do Comité.

1977
O Comité obtém o estatuto consultivo junto do Conselho da Europa.

1973
O Reino Unido, a Irlanda e a Dinamarca tornam-se membros da Assembleia Plenária em Munique.

1972
O Comité Consultivo passou a ser designado por Comité dos Hospitais da Comunidade Económica Europeia.

1966
Em Roma, os representantes das associações hospitalares dos seis membros fundadores da Comunidade Económica Europeia (Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França, Alemanha e Itália) criaram o Comité Consultivo das Organizações Hospitalares do Mercado Comum. Este decidiu reunir-se regularmente de forma a discutir as questões e problemas relativos aos hospitais.