RECONCILIAÇÃO TERAPÊUTICA - UMA FERRAMENTA PARA A SEGURANÇA DO MEDICAMENTO

  • Início
  • Formação
  • Reconciliação Terapêutica - Uma Ferramenta para a Segurança do Medicamento
Reconciliação Terapêutica - Uma Ferramenta para a Segurança do Medicamento
2021-05-17 Formação à Distância
Reconciliação Terapêutica - Uma Ferramenta para a Segurança do Medicamento.png

Descrição

DATA

17, 18 e 19 de maio de 2021 


DURAÇÃO

14 horas


LOCAL

Região Norte. Formação à Distância  ( sessão síncrona, plataforma Zoom)


HORÁRIO

Dias 17 e 18  - 09h00 às 13h00 e 14h00

Dia 19 - 09h00 às 13h00 e 13h00


FORMADOR


André Coelho

  • Doutor em Ciências da Vida, na Especialidade de Investigação Clínica na NOVA Medical School, UNL

  • Mestre em Saúde Pública, ENSP-UNL

  • Licenciado em Farmácia, ESTeSL, IPL       

  • Docente do Ensino Superior Politécnico, Professor Adjunto, ESTeSL, IPL


OBJETIVOS

  • Capacitar os profissionais para o aumento da segurança na utilização da medicação

  • Definir processos para implementação da reconciliação terapêutica


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

  • Reconciliação terapêutica: o que é, porque é importante, onde, quando, como e por quem é implementada?

  • Caso prático: Elaboração e aplicação de processo de reconciliação terapêutica


REQUISITOS OBRIGATÓRIOS

  • Ter vínculo a uma organização de saúde, pública ou privada, independentemente da região onde esta se situa;
  • Ter a morada de residência na Região Norte.

INSCRIÇÃO

A inscrição é gratuita e efetuada através do formulário em anexo. O formulário de inscrição deverá ser devidamente preenchido e enviado para geral@apdh.pt


PÚBLICO-ALVO

Médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e terapêutica, técnicos superiores, gestores, assistentes técnicos e operacionais, outros técnicos/profissionais de saúde.


FORMANDOS

O número de formandos por curso é de 15, podendo eventualmente ser alargado para um máximo de 20.